Arquivo de etiquetas: Life On Mars

[*Site] Entrevista Parte 1: Jung Kyung Ho para Revista Japonesa

O drama ‘Life on Mars’ será transmitido no Japão a partir 18 de setembro. Jung Kyung Ho concedeu entrevista para KSTYLE contando um pouco sobre seu recente trabalho.

Jung Kyung-ho: Estou honrado que “Life on Mars” será transmitido no Japão. Todos trabalhamos duro neste drama, e foi um trabalho amado por muitas pessoas na Coréia, por isso seria ótimo se povo japonês também gostar.

– Que tipo de drama é “Life on Mars”?

Jung Kyung Ho: “Life on Mars” é mais que um título, é como se viver em Marte (a sensação de se sentir como um outro planeta, porque isso é diferente também em cada época da mesma Coreia do Sul). Em 2018 os criminosos vivem, e no meu tempo passou 30 anos, é um drama que descreve o conteúdo “que tipo de eventos foram experimentados há 30 anos?” E é um drama de fantasia retratando o tempo escorregadio de trinta anos atrás, enquanto ele sonha se é um sonho ou uma realidade, se confundindo enquanto desvenda a verdade de vários incidentes.

– Por que você decidiu fazer este trabalho?

Jung Kyung Ho: Eu acho que Heartless City foi transmitido no Japão. O diretor de HC Lee Jung-Hyo é o mesmo de Life On Mars. Quando recebi a proposta para este trabalho, as boas lembranças que eu tinha desfrutado naqueles momentos ressurgiram, eu queria trabalhar com o diretor Lee Jung-hyo novamente e a oportunidade apareceu neste trabalho.

– Que tipo de pessoa é Han Tae Joo interpretada por Jung Kyung-hoo?

Jung Kyung-ho: Han Tae Joo é um policial alucinante pertencente ao Grupo de Investigação Científica, mas ele é uma figura baseada em princípios e não muito emocional. Eu serei responsável por um caso, mas eu fui pego em um acidente relacionado a esse incidente e levei um tiro com uma arma, eu vou voltar no tempo 30 anos. Então eu conheci os criminosos em 1988 e me tornei um policial que irá desvendar o mistério escondido no incidente.

– Você teve algum preparativo especial para interpretar o papel de Han Tae-joo? Ele que é um policial que se orgulha de princípios?

Jung Kyung Ho: Bem … Não preparei nada de especial. É um remake, o autor, Lee Dale escreveu o roteiro da versão coreana, escreveu o roteiro com muito cuidado, então trabalhei duro para reproduzir fielmente o roteiro dele.

Em “Life on Mars”, Han Tae Joo persegue um criminoso responsável por um assassinato em série, encontrou o acidente, mas é uma história que se desenrola em 1988 de 30 anos, ao interpretar o papel, teve alguma coisa que foi difícil?

Jung Kyung Ho: Protagonizar, não só para este trabalho, mas em qualquer drama é sempre difícil. No entanto, desta vez, foi filmando enquanto o dia estava quente, então não só eu, mas também os membros da equipe estavam tendo dificuldade por causa do calor.

– Você fez dois papéis como Han Tae-joo, o que procurou? Uma expressão séria, sem rir, deu atenção para a aparência, como olhares e gestos e o interior?

Jung Kyung Ho: Bem … quanto a aparência, depois de pensar o que fazer, um moderno Han Tae levantou apenas a franja e Han Tae-ju no passado (88 anos) fez um penteado para abaixar a franja. Então eu pensei que eu tinha que expressar mais que a aparência de Han Tae mudando lentamente enquanto filmava os 16 episódios. Então, mesmo assim, eu estava fazendo uma aparência fria.

– É remake do drama da BBC britânica, você viu o original? Você usou alguma referência?

Jung Kyung Ho: Sim, eu assisti. Mas a versão coreana de “Life on Mars” está repleta de “emoções” únicas e exclusivas da Coreia, com foco nas relações entre as pessoas. A parte emocional é bem diferente da versão em inglês, não me referi a ela como referência para criar meu papel.

– Vimos uma intensa cena de ação do primeiro episódio, mas qual é a cena de ação que Jung Kyung Ho mais filmou duramente o drama?

Jung Kyung-ho: Bem … eu corri muito. No início deste trabalho, eu corria muito de qualquer maneira. Eu não posso imaginar o quanto eu corri, posso dizer que eu corri através de toda Busan.

– Por favor, nos conte as semelhanças e diferenças comuns entre Han Tae Joo e Jung Kyung Ho na drama?

Jung Kyung Ho: Não tenho nada em comum com Han Tae Joo. A diferença é … tudo (risos). Então, não há semelhanças.

– Mas Jung Kyung Ho não riu muito?

Jung Kyung Ho: Oh! Han Tae Joo que não ri, mas eu rio frequentemente! Além disso, Han Tae Joo está um pouco doente mentalmente, eu não estou doente (risos). Não tenho muitas coisas em comum com ele, há uma coisa séria … Ele é uma pessoa triste.

Fonte:(1)

Anúncios

[#Urgente] Três pessoas da equipe técnica de Life On Mars foram feridas por ataque no set de filmagens

Três pessoas da equipe de “Life on Mars” da OCN foram feridas no set devido a um ataque violento. De acordo com a Delegacia de Polícia de Busan, um homem de 51 anos de idade foi preso por agressão, ferimento e mais. A polícia compartilhou (16.07.2018) que ele é um membro da gangue Chil Sung Pa (The Seven Star).

Por volta das 12h05 do dia 14 de julho, o homem ultrapassou a faixa de isolamento do set de filmagens do drama em estado de embriaguez e começou uma briga com os atores. Ele então feriu três membros da equipe técnica que tentaram detê-lo. Ele também bateu a cabeça em uma porta de vidro no set, impedindo a filmagem do drama. Depois de receber o relatório, a polícia analisou as câmeras de segurança do local, verificou a cena do crime e prendeu o suspeito em um processo criminal. Durante a investigação, ele afirmou: “Eu cometi um erro porque estava bêbado“.

Uma fonte do drama comentou: “Houve um incidente em que as filmagens atrasaram porque uma pessoa intoxicada invadiu o set, mas não sabemos de suas informações pessoais ou do andamento da investigação. Atualmente, as filmagens continuam sem problemas. ”

Fonte:(1)

[Site] Life On Mars : nenhuma teoria parece se encaixar

Com certeza o filósofo alemão Arthur Schopenhauer não imaginaria que sua célebre frase ” Quanto menos inteligente um homem é, menos misteriosa lhe parece a sua existência“, fosse útil para entender o mistério do atual personagem de Jung Kyung Ho em Life On Mars.

Quando não se tem conhecimento algum , qualquer ideia nos conforma, mas quando se tem vários argumentos , diferentes opiniões, é difícil achar algo que nos conforme totalmente , tudo parece inquestionável. O mistério que rodeia Tae Joo é um enigma e não importa quantas teorias a gente apresente, nenhuma delas produz um desfecho completo. Tae Joo está preso por sua própria mente e em sua própria mente. É quase certo que o personagem de Jung Kyung Ho está em coma, e em apuros em 2018. Mas o subconsciente de Tae-Joo aflora mesmo em 1998.

O que fazer? Tentar decifrar os enigmas sobre quem são essas pessoas que estão ao redor do nosso “CSI” em 1998. O quê liga nosso protagonista as pessoas da delegacia? E qual sua ligação com o serial killer de 2018 e com o assassino Manicure de 1998? Não temos respostas. Mais que qualquer coisa, tudo se encaixa e desencaixa a cada episódio. E nós acompanhamos com angústia e ansiedade Tae Joo completar este quebra-cabeça, ele terá que voltar para 2018? Ou ficará para sempre em 1988 ?!?!

Vale ressaltar, Jung Kyung Ho continua cada vez melhor. Uma fonte da equipe de produção declarou: “Han Tae Joo é um personagem que leva um refrescante e divertido drama investigativo retrô sem perder nenhuma tensão. Jung Kyung Ho já incorporou perfeitamente a personalidade cínica e complicada do personagem. Ele se preparar para mostrar um drama investigativo retrô nunca antes visto. Sua química com Park Sung Woong e Go Ah Sung também é perfeita a tal ponto que nenhuma explicação é necessária“.

Assista Life On Mars legendado em português nos Fansubs:

Kingdom Fansub

Star Dramas Fansub

[Site] Life On Mars : mistura realidade com ficção para mostrar o avanço democrático na Coreia do Sul

Os produtores coreanos do remake de ” Life On Mars ” não escolheram o ano de 1988 por acaso. Certamente parece estranho até desconfortável para nós, milênios, quando Tae Joo (Jung Kyung Ho) tenta defender a ética em um ambiente de corrupção policial desenfreada e violenta , mas considerada normal para a época.

Jun Kyung Ho consegue brilhantemente demonstrar a desconexão do seu personagem, oriundo de 2018 vivendo em 1988. A perícia moderna não está disponível, o personagem de Kyung Ho atua a partir de procedimentos policiais incorretos, e ele não entende o contexto criminoso de 1988Alertar uma atual Coreia do Sul os tempos sombrios parece ser também um objetivo dos produtores. Evidenciar no episódio a reportagem sobre a morte do manifestante estudantil Park Jong Chul, torturado e morto nas mãos da polícia em 1987, não foi por acaso. A morte de Park Jong Chul desencadeou o Movimento pela Democracia de Junho, que levou à democratização da Coreia do Sul, bem como ao avanço as leis de direitos humanos no país, particularmente em relação à disposição do judiciário de responsabilizar o governo e a polícia por seus crimes.Ano passado, um filme foi lançado baseado na verdadeira história de Park Jong-Chul. Em 1987, o estudante universitário e membro do movimento pró-democracia Park Jong-chul foi capturado pela polícia. Ele foi torturado até a morte. A polícia e o governo tentaram encobrir o caso de Park Jong-Chul, mas os estudantes de mídia e universitários revelaram a verdade.

O filme “1987: When The Day Comes” foi lançado em dezembro. Claramente existe um um perigo para o personagem de Jung Kyung Ho. Tae Joo é uma pessoa deslocada, e há uma linha de violência que permeia 1988 com a qual os cidadãos sul coreanos têm que conviver com um grau não sentido em 2018.

Assista Life On Mars legendado em português nos Fansubs:

Kingdom Fansub

Star Dramas Fansub